Controle de peso pode evitar surgimento do diabetes

Mais de 70% dos casos do diabetes tipo 2, aquele em o organismo é resistente à ação da insulina, estão relacionados ao excesso de peso. A informação, do Ministério da Saúde, reforça a importância do combate à obesidade para evitar o surgimento da doença.

Entre 2010 e 2016, foram registradas 406.452 mortes causadas pelo diabetes no Brasil, um crescimento de 11,8% no período.

O Brasil é o 4º país com o maior número de diabéticos, sendo que, em todo o mundo, cerca de 415 milhões de adultos viviam com a doença em 2015, de acordo com os dados mais recentes da Organização Mundial da Saúde (OMS). Para lembrar a importância da prevenção, definiu-se o 27 de junho como Dia Internacional do Diabético.

Combater o sobrepeso e a obesidade é essencial para frear o crescimento do número de casos de diabetes, inclusive em crianças. Desde 2017, o governo brasileiro se comprometeu em criar políticas de saúde para promover a redução do consumo regular de refrigerante e suco artificial em pelo menos 30% da população, além de aumentar o percentual de adultos que consomem frutas e hortaliças regularmente.

Uma doença com muitas complicações

O diabetes se estabelece quando o pâncreas produz pouca ou nenhuma insulina, o tipo 1 da doença, que ocorre mais comumente na infância e adolescência, sendo necessária a aplicação de injeções diárias de insulina.

Já no tipo 2 da doença, o organismo tem dificuldade de usar a insulina corretamente, problema que, em geral, acontece em pessoas depois dos 40 anos de idade e em idosos.

A insulina é o hormônio que transforma a glicose em energia para o corpo. Se a quantidade de insulina é insuficiente, as repercussões para a saúde podem ser sérias.

Distúrbios cardíacos e renais, problemas na visão, aumento de apetite, produção excessiva de urina, além de impotência sexual, infecções na pele e feridas que demoram a cicatrizar estão entre as principais complicações provocadas pelo aumento da concentração de glicose (açúcar) no sangue.

Existem alguns fatores que aumentam o risco de desenvolver diabetes, além da obesidade e da falta de atividade física regular. Aspectos hereditários, hipertensão arterial, colesterol e triglicérides altos, fumo e estresse também podem favorecer o surgimento da doença.

Seja ativo

Evitar o diabetes e mesmo conviver com a doença sem complicações é possível. Dieta alimentar adequada e atividade física regular são fundamentais nos dois casos e devem ser prioridade a fim de controlar a quantidade de açúcar no sangue.

O diagnóstico precoce do diabetes permite que o tratamento seja mais eficiente. Portanto, a regra é fazer exames periódicos para o controle dos níveis de colesterol e triglicérides, da pressão arterial e da glicemia. E se a pessoa notar que sente aumento da fome e da sede e excesso de urina, não deve subestimar esses sintomas; procure um médico o mais breve possível.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *