Millennials querem personalização dos benefícios

Setenta e seis por cento dos profissionais da geração Millennials nos Estados Unidos acredita que a personalização dos benefícios é importante para aumentar sua lealdade a seus empregadores. Este foi um dos resultados da pesquisa publicada no 15º relatório anual do Estudo de Tendências de Benefícios a Empregados dos Estados Unidos, divulgado no Simpósio Nacional Anual de Benefícios da MetLife em Washington, DC.

Já entre os entrevistados da geração Baby Boomers, os norte-americanos nascidos entre 1945 e 1964, 67% deles consideraram a personalização dos benefícios relevante. No Brasil, a geração Baby Boomers é formada pelos nascidos entre 1958 e 1964. Já os Millennials, também conhecidos como Geração Y, são os jovens nascidos nos anos 80 até meados dos anos 90 que cresceram em tempos de boom econômico e com maior ênfase na educação formal.

Os responsáveis pela pesquisa analisaram que a relevância dos programas de benefícios reflete o que se vive no mercado de consumo, no qual as pessoas já fazem suas escolhas de maneira altamente personalizada, seja na compra de pacotes de viagens, playlists e aplicativos de smartphones, por exemplo. Assim, a mesma capacidade de fazer escolhas para atender necessidades exclusivas se aplica quando se trata de benefícios.

Durante o Simpósio onde foi divulgada a pesquisa, os participantes destacaram a importância da comunicação eficiente com os funcionários sobre os benefícios, que ajude os profissionais a encontrarem o pacote de benefícios melhor adaptado aos seus interesses. Este diálogo com os colaboradores é o que vai permitir à empresa conhecer melhor os perfis dos funcionários e suas necessidades diárias.

A fim de conhecer os seus colaboradores, comentaram os especialistas durante o simpósio, as empresas podem fazer pesquisas internas para saber que tipos de benefícios mais os interessam, além de usar rotineiramente as ferramentas disponíveis para as comunicações de benefícios, sejam elas o portal de benefícios ou as mídias corporativas.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *