O desafio de crescer como profissional de Recursos Humanos

Entrou em RH por acidente e quer estabelecer-se na carreira. O que fazer? É comum que profissionais que foram contratados para funções administrativas e financeiras nas empresas terminem assumindo responsabilidades no setor de RH por demandas internas. Na prática, é um profissional de Recursos Humanos, mas oficialmente o cargo e a descrição das funções não mais refletem o que se está fazendo. Além de tudo isso, este profissional se interessou pelo trabalho com RH e quer crescer na carreira. Como trilhar este caminho?

  • O currículo deve valorizar suas experiências em RH, ainda que para isso ele tenha de ter um formato distinto daquele que insere as experiências profissionais na ordem cronológica, por exemplo. As credenciais mais relevantes devem estar no topo e, sobretudo, em destaque na carta de apresentação, ressaltando as atividades específicas que desenvolveu em RH.
  • Para quem trabalha fora do RH, mas quer uma oportunidade nesta área, uma boa estratégia é ser voluntário para servir como facilitador na relação entre o RH e a equipe do seu setor. O RH sempre está desenvolvendo projetos dentro da empresa e esta colaboração entre os setores é essencial. Alguns exemplos: ações de desenvolvimento da cultura corporativa, de engajamento e de benefícios.
  • Participar das atividades e eventos do RH sempre que possível, incluindo a programação externa à empresa, como os simpósios e congressos do setor. Estas ocasiões são boas oportunidades para receber ofertas de emprego.
  • Desenvolver habilidades no relacionamento com as pessoas, uma vez que é disso que se trata, essencialmente, este trabalho; além das habilidades analíticas para leitura de dados estatísticos. Estas são credenciais básicas exigidas para atuar com Recursos Humanos.
  • Para quem trabalha em uma grande empresa, há a possibilidade de solicitar um “estágio” em RH a fim de conhecer as rotinas na prática. É importante deixar clara a disposição em abraçar uma carreira em Recursos Humanos. É preciso entender que se trata de um caminho de evolução pessoal e que o esforço será necessário a fim de obter os novos conhecimentos e qualificação. Sem contar que um profissional com diversidade de experiências em uma empresa é considerado mais completo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *