RH 4.0 e benefícios flexíveis: por que um está ligado ao outro

O termo “RH 4.0” pode causar estranheza a algumas pessoas, mas tem se tornado cada vez mais comum. Ele caminha lado a lado com a 4ª Revolução Industrial e prevê medidas  como automatização da área e foco estratégico em vez de operacional.

 

Diferentemente do RH tradicional, que cuidava apenas de contratações, pagamentos e recrutamento, o RH 4.0 assume uma posição-chave na empresa. Por isso mesmo, está diretamente ligado aos benefícios flexíveis, tendência nas companhias que prezam por seus talentos e querem o bem-estar dos profissionais.

 

Por que o RH 4.0 está ligado aos benefícios flexíveis?

 

Como o objetivo do RH da Era da Transformação Digital é atrair e reter profissionais qualificados, melhorar o clima organizacional e contribuir para a melhoria dos resultados da empresa, é fundamental entender o que o colaborador deseja.

 

Um dos fatores mais preponderantes no momento de um profissional optar por determinada empresa é a flexibilidade dos benefícios. Com a mudança nas necessidades dos colaboradores, é primordial ter diferenciais para tornar o seu negócio atraente. Benefícios flexíveis e mais qualidade de vida aos funcionários são, portanto, aspectos fundamentais.

 

Quais são as mudanças trazidas pelo RH 4.0

 

A mudança no perfil do colaborador é o principal desafio para o RH atual. Isso porque os profissionais estão mais exigentes em relação ao ambiente de trabalho e valorizam muito mais aspectos como qualidade de vida. Adaptar isso à rotina da companhia é um dos deveres do RH 4.0, mas como atrair talentos e fazer com que eles fiquem na empresa?

 

A resposta é com tecnologia e benefícios flexíveis. Isso porque a automação oferecida pelas soluções tecnológicas permite que os profissionais de RH se concentrem mais em atividades estratégicas, mantendo a produtividade e engajamento dos colaboradores.

 

Automatizar processos e contar com a tecnologia para otimizar tarefas que antes exigiam muito esforço dos profissionais de Recursos Humanos são outras medidas tomadas pelo RH 4.0. Exemplos de soluções são softwares para recrutamento, plataformas para desenvolvimentos de testes para os colaboradores e pesquisa de satisfação.

 

Além da flexibilidade dos benefícios, que podem ser adaptados de acordo com a necessidade e o desejo do colaborador, aspectos como o trabalho remoto (home office) e avaliação por produtividade em vez de presença são fortes tendências do RH moderno e um grande trunfo para reter talentos.

 

Quais são as vantagens dos benefícios flexíveis para o RH 4.0

 

Ao otimizar processos, reduzir erros e trabalhos manuais e contribuir para uma empresa mais competitiva, o RH 4.0 atua como uma área estratégica e fundamental para qualquer companhia. Quando adota os benefícios flexíveis, ele passa a ser mais bem visto pelos colaboradores, que ganham autonomia e se sentem mais valorizados.

 

Lembre-se de que ter o poder de montar uma carteira de benefícios personalizada é um grande fator de satisfação. Esse, inclusive, é um fator predominante nas pesquisas com profissionais que apontam o poder de escolha como um grande diferencial das empresas.

 

Com os benefícios flexíveis é possível melhorar indicadores do RH, tais como turnover e absenteísmo. Melhoria motivacional e organizacional são outras vantagens!