Geração Millennials é mais satisfeita com planos de saúde

Os trabalhadores da geração Y, ou Millennials, pensam de forma bem diferente dos seus colegas das gerações X e Baby Boomer quando se trata dos benefícios de saúde. Isto porque estão muito mais satisfeitos com opções de plano de saúde e mais ativamente envolvidos na escolha de um plano e na tomada de decisões de cuidados de saúde; além de mais propensos a se envolver em comportamentos saudáveis, exceto parar de fumar.

Foi o que mostrou a Pesquisa do Envolvimento do Consumidor na Atenção à Saúde, realizada nos Estados Unidos pelo Employee Benefit Research Institute (EBRI), o Instituto de Pesquisa de Benefícios a Empregados, e pela Greenwald & Associates.

As informações ajudam os empregadores a entender os interesses e comportamentos de diferentes perfis de trabalhadores com relação aos planos de saúde.

Os jovens Millennials consomem mais cuidados com saúde e também são mais propensos a solicitar medicamentos genéricos. Têm frequentemente o hábito de consultar informações sobre custos dos procedimentos médicos e fazem exercícios físicos com maior regularidade, além de serem mais preocupados em manter o peso normal. No entanto, têm maior tendência ao tabagismo. A pesquisa mostrou que este grupo é mais satisfeito com as ofertas dos planos de saúde de maneira geral.

A geração Millennials é composta pelos nascidos entre 1977 e 2000; os Baby Boomers, por quem nasceu entre 1946 e 1965. E a Geração X, no período de 1966 a 1976.


Como garantir o seguro de saúde de empregados que viajam ao exterior

Embora empresas de diversos segmentos tenham a demanda comum de enviar seus funcionários para viagens de trabalho internacionais, não é raro que algumas delas não tenham um plano de emergência bem estruturado para estas ocasiões. Acontece de o departamento de RH desconhecer em detalhes as características da cobertura do seguro de saúde para tratamento médico fora do país e mesmo empresas comprarem seguros sem perceber que há lacunas de cobertura significativas. Quando o gerente de risco e o diretor de RH se reúnem para desenvolver um plano abrangente, é possível oferecer uma proteção muito melhor para os empregados e o empregador.

Uma cobertura adequada e funcionários bem orientados podem resolver as emergências fora do país. A indústria de seguros oferece opções de cobertura especificamente para os funcionários que viajam ou trabalham no exterior. Algumas seguradoras de saúde têm cobertura para reembolsar despesas médicas ocorridas no exterior.

Se o seguro de saúde existente ou um serviço de emergência especializado puder efetivamente cobrir o tratamento, pode não haver necessidade de tomar providências para soluções distintas a fim de cobrir esse risco. Da mesma forma, se a melhor solução é usar a cobertura de acidentes de viagem de negócios, é preciso verificar se existem soluções de gerenciamento de risco que fornecem essa cobertura.

Alguns aspectos relevantes

  • Os funcionários devem receber orientação sobre como utilizar o plano e como acessar a assistência médica antes de viajar.
  • O RH deve publicar as informações e instruções em sites da intranet e realizar periodicamente reuniões para explicar o programa.
  • Os agentes de viagens da empresa podem fornecer a mesma informação quando os funcionários reservarem viagens.
  • Os programas de seguro podem garantir o pagamento direto a prestadores de serviços médicos estrangeiros, e o empregador reembolsa a seguradora.
  • Se o trabalhador tiver de ser transportado para um país diferente para tratamento, a seguradora deve ser capaz de fazer esses acordos e fornecer cobertura suficiente para os custos.